Cientistas querem que vacas soltem menos flatulências para reduzir acúmulo de gases de efeito estufa | Jornal Ciência

Cientistas querem que vacas soltem menos flatulências para reduzir acúmulo de gases de efeito estufa | Jornal Ciência



Cientistas querem que vacas soltem menos flatulências para reduzir acúmulo de gases de efeito estufa


Cientistas estão testando três rebanhos de vacas 'ecológicas', como parte de um experimento para reduzir a quantidade de gases de efeito estufa gerados pela produção de carne bovina.
Os pesquisadores utilizaram 90 vacas em North Wyke, fazenda perto de Okehampton, em Devon, na Inglaterra, para o projeto.
Eles vão examinar atentamente todos os aspectos de seu ambiente - particularmente o que comem – para tentar reduzir a quantidade de gases nocivos que produzem em até 50% –, bem como a medição da quantidade de fertilizantes utilizados e a chuva que cai sobre os campos; os cientistas vão pesar cada um dos animais e o tamanho das suas patas, como parte dos testes.
Os pesquisadores da Rothamsted Research esperam mostrar que a carne pode ser produzida com menos danos ao meio ambiente e uma taxa pequena de emissão de carbono. Além disso, um equipamento especializado em análise de gases irá monitorar a quantidade de metano e óxido nitroso produzida a partir de cada um dos rebanhos.
Um dos campos foi semeado com um novo tipo de capim, disse o professor John Crawford ao jornal britânico The Sunday Times, sendo embalado com açúcar, para facilitar a digestão, produzindo assim, uma quantidade menor de metano.
Um segundo rebanho será alimentado por plantas que produzem muita proteína. "É ineficiente dar grãos que os seres humanos poderiam comer para vacas, mas mantê-los na pastagem onde as culturas não podem crescer cria uma valiosa fonte de alimento", completou Crawford.
Elas produzem uma grande quantidade de metano e dióxido de carbono devido à forma como elas processam alimentos. Como vacas digerem a comida em seus estômagos em vez de em seus intestinos, elas regurgitam sua comida antes de comê-la, em um processo chamado como ‘ruminação’. Isso resulta em bactérias em seus estômagos que produzem metano, depois liberados no ar em forma de gás. A flatulência do gado também contribui para o acúmulo de gases de efeito estufa.
Um décimo das 570 milhões de toneladas de dióxido de carbono produzido pela Grã-Bretanha, a cada ano, vem da agricultura, com 28 milhões de toneladas atribuíveis ao gado.

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.

Os Botões de Napoleão: as 17 moléculas que mudaram a história