Portal A TARDE - Doenças reumáticas e implicações à saúde


Doenças reumáticas e implicações à saúde

Equipe Nutrição & Boa Forma | Agência Estado
Tags:
As doenças reumáticas são muito prevalentes e afetam cerca de 3-8% da população mundial e acredita-se que 1/4 dos adultos sofre de algum tipo de problema relacionada aos sistema musculoesquelético. As doenças reumáticas mais prevalentes são artrose, reumatismo extra-articulares, osteoartrite, fibromialgia e lombalgias. Os exames laboratoriais solicitados nos casos de suspeita de doença reumática auto imune são pesquisa e identificação de auto anticorpos, dosagem do complemento total e frações, detecção do antígeno de histocompatibilidade humana HLA-B27 e dosagem e caracterização de crioglobulinas.
Algumas acometem primeiramente os órgãos internos como por exemplo o lúpus eritematoso sistêmico e com a evolução da doença adquire características reumáticas. Outro exemplo, comum em crianças é a febre reumática que pode começar pelo coração. Como as doenças reumáticas são inflamatórias na grande maioria das vezes são acompanhadas de dor e por conta disso antiinflamatórios são necessários. Alimentos antiinflamatórios como ômega-3 presente nos peixes de água fria e linhaça, a cúrcuma, oleaginosas, alho, cebola, gengibre, crucíferos, frutas alaranjadas, entre outros.
Os medicamentos ideais variam para cada caso e devem ser prescritos por um reumatologista, pois podem surtir efeitos colaterais como distúrbios gastrointestinais, dor de cabeça e náuseas e no caso da cortisona mau utilizada osteoporose, fraturas precoces, catarata, hipertensão e diabetes. Exercícios físicos supervisionados também são um complemento ao tratamento medicamentoso.
Referência:
SATO, E.I. Guia de medicina ambulatorial e hospital da UNIFESP-EPM: reumatologia, Editora Manole, 2 ed, Tamboré, 2010.
Por Joyce Rouvier

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.