G1 - Americano é contaminado por bactéria em praia e morre em 60 horas - notícias em Ciência e Saúde

G1 - Americano é contaminado por bactéria em praia e morre em 60 horas - notícias em Ciência e Saúde

Americano é contaminado por bactéria 



em praia e morre em 60 horas

Considerada virulenta, a 'Vibrio vulnificus' é encontrada em águas costeiras.
Henry Konietzky achou que lesão no pé era apenas picada de inseto.

Do G1, em São Paulo
128 comentários
Lesão no pé de Henry (Foto: Patty Konietzky/AP)Lesão no tornozelo de Henry (Foto: Patty Konietzky/AP)
O americano Henry Konietzky e sua esposa Patty foram caçar caranguejos na praia de Ormond, na Flórida, no dia 22 de setembro e ele voltou com uma lesão no tornozelo que pensaram ser uma simples picada de inseto, como informa a agência AP. No entanto, ele desenvolveu uma ferida e, depois, se confirmou que estava contaminado com a bactéria Vibrio vulnificus, encontrada em águas costeiras.
Essa bactéria, segundo informações dos Institutos Nacionais de dos EUA Saúde (NIH, na sigla em inglês), é um organismo virulento que causa infecções severas em pessoas saudáveis. No caso de Henry, a bactéria se espalhou rapidamente pelo corpo, e ele morreu em 60 horas (dois dias e meio).
O Centro de Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos EUA considera a infecção porVibrio vulnificus uma doença rara. Naquele país, a maioria dos casos ocorre nos estados que têm litoral no Golfo do México.
Lesão no pé de Henry (Foto: Patty Konietzky/AP)Henry  e Parry Konietzky (Foto: Patty Konietzky/AP)

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.

Os Botões de Napoleão: as 17 moléculas que mudaram a história