Postagens

Mostrando postagens de Outubro 10, 2012

Rui Oliveira comenta atribuição do prémio Nobel da Química

Imagem
Rui Oliveira comenta atribuição do prémio Nobel da Química
Rui Oliveira comenta atribuição do prémio Nobel da Química Galardoados dois cientistas americanos: Robert J. Lefkowitz e Brian K. Kobilka2012-10-10 Por Susana Lage

Brian K. Kobilka (Crédito: washington.edu) e Robert J. Lefkowitz (Crédito: lefkolab.org) Os americanos Robert J Lefkowitz e Brian K Kobilkavenceram o Prémio Nobel da Química 2012 pelos seus estudos sobre os receptores na superfície das células, anunciou o Comité Nobel.
O prémio que os dois cientistas recebem “é da Química e não da Fisiologia ou Medicina porque os estudos de Kobilka e Lefkowitz são estudos fundamentais sobre a determinação da estrutura molecular do receptor beta-adrenérgico, um dos tipos de receptores adrenérgicos da família dos receptores acoplados à proteína G”, afirma Rui Oliveira ao Ciência Hoje.
Como explica o professor auxiliar do departamento de Biologia da Universidade do Minho, o impacto do trabalho de Brian K Kobilka, da Universidade de Stanfor…

Ensino de Química: Eu também acuso!

Ensino de Química: Eu também acuso!
Encontrei essa pérola e divido...


J'acuse! (Eu acuso!)
“Mon devoir est de parler, je ne veux pas être complice.” (“Meu dever é falar, não quero ser cúmplice.”) Émile Zola

Foi uma tragédia fartamente anunciada. Em milhares de casos, desrespeito. Em outros tantos, escárnio. Em Belo Horizonte, um estudante processa a escola e o professor que lhe deu notas baixas, alegando que teve danos morais ao ter que virar noites estudando para a prova subsequente. (Notem bem: o alegado “dano moral” do estudante foi ter que... estudar!).
A coisa não fica apenas por aí. Pelo Brasil afora, ameaças constantes. Ainda neste ano, uma professora brutalmente espancada por um aluno. O ápice desta escalada macabra não poderia ser outro.
O professor Kássio Vinícius Castro Gomes pagou com sua vida, com seu futuro, com o futuro de sua esposa e filhas, com as lágrimas eternas de sua mãe, pela irresponsabilidade que há muito vem tomando conta dos ambientes escolares.
Há uma lógica pe…

G1 - Homem bebe energético e descobre lagartixa no fundo da garrafa em BH - notícias em VC no G1 MG

Imagem
Virou moda achar coisas estranhas dentro de embalagens de alimentos. Há poucos dias, aqui em Salvador, alguém achou uma camisinha dentro de um frasco de iogurte. Embora seja algo pouco comum, caso ocorra, procure imediatamente o local onde você adquiriu o produto. As vezes problemas de armazenamento ocasionam essas situações de entrada de animais. è comum que empregados desses estabelecimentos, abram algumas embalagens, usem ou consumam parte do produto, e fechem a vasilha. Portanto, caso se perceba que o frasco ou embalagem foi aberto, não compre o produto. Aproveitando a deixa, é comum que mercados desliguem as geladeiras durante a noite, como forma de ecomomizar energia elétrica. Isso é proibido, pois a durabilidade do produto acaba por ficar comprometida. Produtos que vão para a geladeira não devem ser descongelados e recongelados.  Produtos que passam por esse processo são fáceis de ser reconhecidos: é só observar a presença de uma camada de gelo esbranquiçada sobre a embalagem,…