Telescópios registram imagem de estrela que está morrendo - ÉPOCA | Ciência e tecnologia


Telescópios registram imagem de estrela que está morrendo

O astro NGC 7293, conhecido como Nebulosa da Hélice, está localizado a 650 anos-luz da Terra

REDAÇÃO ÉPOCA
Enviar por e-mail
|
Imprimir
|
Comentários
nebulosa hélice (Foto: NASA/AP)
Os telescópios Spitzer e Wise, da agência espacial americana (Nasa), e Galaxy Evolution Explorer (Galex), do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), registraram uma imagem da estrela anã branca NGC 7293, conhecida como Nebulosa da Hélice, que está morrendo.
O astro está localizado a 650 anos-luz da Terra, na Constelação de Aquário. É um exemplo de uma nebulosa planetária, corpos celestes descobertos no século XVIII que receberam essa denominação erroneamente por serem parecidos com planetas gasosos. Nebulosas planetárias são restos de estrelas que um dia se pareceram com o Sol.
Antes de a estrela morrer, seus cometas e possíveis planetas teriam estado em sua órbita de maneira ordenada. Quando a estrela deixou de queimar hidrogênio e explodiu suas camadas exteriores, corpos celestes gelados e planetas externos teriam sido jogados uns contra os outros, levantando uma tempestade de poeira cósmica. O brilho roxo no centro da imagem é uma combinação de registros do disco de poeira que circula a anã branca. Esse pó foi provavelmente lançado por cometas que sobreviveram à morte de sua estrela original.

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.