Site oferece vaga de "testadora de produtos eróticos" e recebe 7 mil currículos em uma semana - Tecnologia e Ciência - R7

As perspectivas de obtenção emprego no país não andam nada favoráveis! Ao passo que os estrangeiros vindo da Europa tem sido cada vez mais comuns, para o brasileiro, ao contrário, empregos tem sido cada vez mais difíceis e mais mal remunerados.
Comparando as duas realidades, é profundamente desigual a competição entre nós e eles. A seu favor, eles possuem uma escolaridade melhor, uma capacidade produtiva maior (segundo revistas especializadas um americano ou europeu produz  vezes mais que brasileiros em condições similares),  uma responsabilidade e uma ética mais apuradas, capacidade de iniciativa, falam ao 4 línguas com grande facilidade, e tudo com salários compatíveis com os que são pagos aos brasileiros. É mais pelo mesmo preço.
De qualquer sorte, me custa acreditar no que li no texto que segue. Mas, independente da veracidade do mesmo, reforço com esse, a necessidade de estudar. Não apenas para passar de ano, conseguir um diploma, entrar numa faculdade  ou mesmo para conseguir um emprego. Ao contrário do ocorre com outros seres vivos, nós humanos não nascemos "prontos". Mas temos uma capacidade de moldar o ambiente ao nosso redor que nenhum outro ser possui. Não apenas podemos aprender, mas mudar tudo no ambiente em nosso redor. A escola é uma forma de inserção na sociedade, de proteção contra ela e ao mesmo tempo para aprender a colaborar com ela. Escola é uma forma de humanizar-se, aperfeiçoar nossa capacidade de aprendizado, tornando-nos uteis a nós e a nosso semelhante.
Sendo assim, estudar é apropriar-se de ferramentas para a vida. Por isso insisto com meus alunos: estudem. Façam o melhor. Aprendam outras línguas, façam um curso de informática, aprendam coisas novas, mesmo que não fala qualquer sentido agora, mas aprendam.


Site oferece vaga de "testadora de produtos eróticos" e recebe 7 mil currículos em uma semana

Fundador da página considera redes sociais o motivo para tantas candidatas
Do R7*
TestadoraGetty Images
A vaga, que se transformou em um viral nas redes sociais, foi o motivo por quase mil currículos por dia

Publicidade

Quase sete mil currículos em apenas uma semana, quase mil candidatas inscritas por dia. Qual "emprego dos sonhos" seria o motivo de tanto interesse entre as mulheres?

O Sexônico, buscador de produtos eróticos com sede em São Paulo, anunciou na semana passada uma vaga um tanto inusitada, a de testadora de produtos eróticos.

Nesta segunda-feira (08), a página informou que quase 7 mil mulheres se inscreveram para trabalhar experimentando acessórios e produtos de sex shops — de fantasias à vibradores.

Segundo o fundador da página, Rodolfo Elsas, o número "ultrapassou totalmente as expectaviva" e que isso não teria acontecido sem a ajuda das redes sociais.

— Começamos fazendo um anúncio no caderno de Empregos do jornal O Estado de S. Paulo e recebemos cerca de 18 currículos. Foi aí que alguém viu isso, tirou uma foto e postou na internet, como algo hilário, até vi muita gente fazendo piada. Foi uma explosão nas redes sociais e blogs, transformou-se em um viral, então resolvemos publicar nas nossas páginas. Se ficasse apenas nas mídias tradicionais, não teríamos ultrapassado os 40 currículos.

Rodolfo explica também que a intenção não era de promover o site, que existe desde 2010, mas que a repercussão viral foi positiva.

O site funciona como um buscador de produtos eróticos, trazendo os preços e as respectivas páginas das sexshops que vendem os apetrechos - segue a mesma linha do Buscapé e Bondifaro, por exemplo. A futura testadora de produtos eróticos vai trabalhar experimentando os produtos e escrevendo resenhas para os consumidores.

— Não dá para ser um guia sem termos alguém que entenda bem dos produtos, por isso precisamos de alguém para testá-los. Daí veio a ideia de termos uma especialista. Uma ou outra coisa é para homem. Mas quem sabe, depois, podemos pensar em uma vaga para testadores masculinos também.

E por que apenas mulheres?

— A maioria dos produtos que estão cadastrados no site são voltados para mulheres: lingeries, fantasias, vibradores, cosméticos, etc.

A previsão é que a testadora esteja definida em novembro.

Quer saber mais sobre o perfil das candidatas? Veja o infográfico abaixo:
Infográfico: Testadora de Produtos Eróticos

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.