Bem Estar - Mudar hábitos e emagrecer fica mais fácil quando envolve amigos e família


10/10/2012 10h45 - Atualizado em 10/10/2012 12h06

Mudar hábitos e emagrecer fica mais 



fácil quando envolve amigos e família


Algumas pesquisas mostram que pessoas engordam e emagrecem juntas.
Endocrinologistas deram dicas para mudar os hábitos e levar vida saudável.

Do G1, em São Paulo
2 comentários
Mais de 90 milhões de brasileiros estão acima do peso e 28 milhões são obesos. Esses números só crescem e custam cada vez mais aos cofres do país e aos próprios obesos, que podem desencadear doenças do coração, diabetes, hipertensão, infertilidade e apneia do sono.
Pesquisas mostram que quem convive com obesos têm 57% mais chances de engordar também. A interferência dos amigos é maior do que de vizinhos ou família e, no caso de melhores amigos, essas chances aumentam 171%.
Por isso, é importante envolver pessoas próximas no processo de mudança de hábitos e emagrecimento para conseguir melhores resultados, como explicaram os endocrinologistasAlfredo Halpern e Rosana Randominsk no Bem Estar desta quarta-feira (10).
Obesidadexcoração valendo (Foto: Arte/G1)
Os três principais passos para evitar o aumento de peso são: comer bem, praticar atividade física diariamente e ter cuidado com amigos e parentes “sabotadores”. É preciso também prestar atenção em alguns alimentos que geralmente são incluídos nas dietas, mas que têm calorias e gorduras.
Por exemplo, a bolacha de água e sal não emagrece e tem muitas calorias; o iogurte integral não é a melhor opção e deve ser substituído pelo desnatado; a água de coco também tem muita gordura, apesar de ser rica em potássio; o açaí é uma das frutas mais calóricas que existem; por fim, o lanche natural tem muitas calorias por causa dos molhos e alguns tipos já são até mesmo industrializados.
No entanto, o consumo de leite e queijo pode emagrecer porque o cálcio desses alimentos interfere na absorção de gordura. Eles podem ser aliados na dieta, mas não são os únicos que devem ser ingeridos: a regra sempre é comer com moderação.
Além disso, os médicos mostraram algumas trocas que podem acontecer dentro de casa para melhorar a qualidade de vida de toda a família.
Por exemplo, a frigideira e o óleo podem ser substituídos pela grelha e por um peixe; os biscoitos recheados dão lugar às frutas já cortadas, que ficam mais fáceis para serem consumidas; e o sofá ou a poltrona podem ser trocados por um cachorro, que estimula a pessoa a sair de casa e caminhar.
Outra dica para evitar o ganho de peso é preferir alimentos menores, de porções individuais, principalmente para pessoas que têm compulsão alimentar e não conseguem comer sem esvaziar os pacotes. Alguns produtos já são vendidos em porções individuais, como bolachas, sorvetes, salgados e torradas.
Na enquete feita no site do Bem Estar, a maioria das pessoas respondeu que a força de vontade é o mais importante para emagrecer. Na verdade, todos os fatores são essenciais e, se combinados, podem fazer grande diferença. Veja o resultado abaixo:
Enquete perda de peso Bem Estar (Foto: G1)
Para ler mais notícias do Bem Estar, clique em g1.globo.com/bemestar/. Siga também o Bem Estar no Twitter e curta a nossa página no Facebook.

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.

Os Botões de Napoleão: as 17 moléculas que mudaram a história