Portal A TARDE - Plantas e jardins trazem a natureza para dentro de casa


Plantas e jardins trazem a natureza para dentro de casa

Claudia Lessa
  • Mila Cordeiro | Ag. A TARDE
    Paisagistamostra um dos módulos de cerâmica que funciona como suporte para as plantas
Apostar nas plantas como elementos de decoração de interiores é uma tendência cada vez mais adotada por moradores de apartamentos. Mesmo em ambientes mais reduzidos, cultivar espécies de sombra ou adaptadas a ela ou manter um jardim vertical, além de ornamentar, trazem um pouco da natureza para dentro de casa.
A presença do verde no lugar em que se mora, para a paisagista Letícia Saback, transcende a estética e aponta para uma questão de saúde e qualidade de vida. "É aconchegante ter plantas em casa, elas proporcionam frescor e melhoram o astral das pessoas, principalmente numa época em que as cidades estão cada vez mais acizentadas. Gosto muito de utilizá-las na cozinha (ervas comestíveis e chás, além dos temperos exóticos), banheiros e salas", diz.
Algumas plantas, inclusive, têm o poder de diminuir o efeito de gases tóxicos encontrados no interior dos ambientes, purificando o ar da residência, que, muitas vezes, fica fechada na maior parte do dia.
O segredo para se manter as plantas saudáveis em apartamentos reside nas escolhas das espécies. As mais recomendadas para interiores são palmeira, licuala, camedórea, pinanga, espada-de-são-jorge, pata-de-elefante, chapéu-do-panamá e árvore-da-felicidade - como popularmente são conhecidas -, entre outras.
Depois, ressalta Letícia, tem que se pensar na questão da luminosidade e na rega. "A depender do gênero escolhido, haverá uma necessidade maior ou menor de água", observa.
A paisagista lembra que, atualmente, muitas construtoras já incluem em seus projetos de empreendimento uma jardineira. "É uma ideia maravilhosa, as fachadas dos prédios ficam lindas, e a cidade e o planeta agradecem", observa.
De planta a flores A arquiteta Eliane Kruschewsky, que assina o ambiente Loft Master da Todeschini da próxima edição da Casa Cor Bahia, é também adepta das plantas em seus projetos. "Desde uma parede vertical de plantas a flores, elas são indispensáveis na decoração", considera.
No seu ambiente de 132 m² da Casa Cor, adianta Eliane, ela buscou criar uma paisagem moderna, utilizando arbustos de alto porte no living e parede vertical de plantas no banheiro.
"Hoje em dia é superchique colocar plantas de mais de dois metros de altura em vasos apropriados, principalmente quando se tem um pé direito alto", afirma Eliane. As samambaias, que já fizeram sucesso no interior das residências, nos anos 80, completa a arquiteta, voltam a ser tendência. "Mas não vêm mais plantadas em xaxim e sim em vasos de cerâmica, por exemplo", diz.
Verticalização Como os espaços residenciais tornam-se cada vez mais reduzidos, uma opção moderna de colocar o verde dentro de casa são os jardins verticais.
O jardim vertical tem como suporte módulos de cerâmica, que oferecem flexibilidade e singularidade para as criações. Essas peças, que sustentam as plantas na parede, têm as funções de escoamento de água e acabamento do muro verde.
"Essa modalidade substitui, de certa forma, os antigos e belos xaxins, que estão em extinção, já que sua confecção origina-se do tronco da Dicksonia sellowiana, quase inexistente atualmente", pontua Letícia.
Os jardins verticais, explica, podem ser instalados em qualquer parede, desde que se tenha a opção de um ralo para o escoamento da água. "Esse painel verde vem munido de um sistema de irrigação, que pode ser automatizado e acionado a partir de um tablet".
Com o apelo atual pelo natural e por uma vida com mais contato com a natureza, as flores na decoração também são bem-vindas. Nos ambientes mais claros, são indicadas as espécies coloridas e exuberantes. Já nos mais escuros, as mais delicadas e em tons mais claros são as mais apropriadas.
Para a arquiteta Ana Vazquez, as flores naturais possibilitam uma interação do homem com a natureza. "Elas vão secando, modificando e, depois, têm de ser trocadas. Isso nos remete ao amor, ao natural, ao apreço à beleza", contempla.
A arquiteta, que assina o projeto da nova loja conceito Todeschini, em Salvador, só não indica o uso das flores artificiais. "Decorar um ambiente com elas é uma contradição, pois o que se busca é a aproximação com a natureza", justifica.
Sejam coloridos, lisos ou estampados, os vasos de planta são objetos que imprimem um charme especial à casa.
O vaso deve ter volume e formato que se adequem à planta e seu design deve harmonizar com as peças do mobiliário. "É como se fosse escolher o tipo e a cor de um sofá", observa o paisagista Leandro Marques.
Segundo ele, a combinação cachepôs (recipiente para planta) e espécies robustas é a mais indicadas para apartamentos.
Em espaços menores, como hall, sua dica é usar arranjos com flores de corte para arranjo, devido à praticidade de manuseio e manutenção. "Podem ser plantadas em cachepôs de vidro, bambu ou vime, a exemplo do lisianto, que tem flores grandes e duráveis", sugere.

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.