A TARDE Educação » Blog Archive » Jornal escolar estimula o aprendizado


Jornal escolar estimula o aprendizado

  14 SETEMBRO 2012 ACONTECE NENHUM COMENTARIO


Cátia  Lima
Pesquisar, fazer entrevistas e produzir textos jornalísticos pode parecer, para alguns alunos, atividade difícil e que necessita de muita dedicação. Não para o estudante Luciano de Jesus, 17 anos, que há três escreve para o “Se Liga no Dantas”, jornal da escola onde estuda. Instrumento multiplicador de conhecimentos e grande aliado no processo de aprendizagem, o jornalzinho escolar tem melhorado o desempenho de meninos e meninas.
Segundo Luciano de Jesus, aluno do 1º ano de ensino médio do Colégio Estadual Dantas Junior, apesar de não ter escolhido qual profissão irá seguir, ele se identifica muito com a carreira de jornalista. “Adoro escrever sobre tudo, em especial sobre saúde e internet. Além dos meus colegas, entrevisto alunos e professores de outras escolas também”, disse.
“A iniciativa da criação do jornal veio da necessidade de passarmos informações sobre eventos, aulas, etc. para os alunos do colégio. O jornal escolar tem contribuído muito para o aprendizado. Os alunos passaram a ter mais contato com a leitura e a escrita”, explica o professor de cidadania do colégio , Everaldo Nogueira.
Na Escola Municipal Francisco Roque da Gama, no município de Ribeira do Pombal, parceiro do programa A TARDE Educação, atividades de produção de notícias resultaram na criação do jornal da escola “Voz da Comunidade de Veríssimo”. Para a professora de inglês da escola, Kelly Oliveira, o jornal escolar ajuda no desenvolvimento intelectual dos alunos. “Percebemos que os alunos estão melhorando na elaboração de atividades para todas as disciplinas. Os estudantes começaram a conhecer um jornal, foram até eles que deram o nome para o jornalzinho”, comenta.
Em Salvador, os alunos da rede municipal, através do projeto EducaMídia, também têm a oportunidade de elaborar um jornal. Só com uma diferença: o jornalzinho escolar é online. O projeto, realizado pela Secretaria de Educação, Cultura , Esporte e Lazer (Secult), irá acontecer em todas as escolas do fundamental II e todo o material produzido pelos alunos será publicado em um blog.
Para o coordenador do EducaMídia, Gusmão Neto, “O objetivo do projeto é ser um complemento as atividades pedagógicas”. Neto fala ainda sobre o futuro do projeto. “Não descartamos a possibilidade de trabalhar com jornal impresso, mas a ideia é desenvolver atividades com mídia online. Durante o projeto, estamos percebendo algumas vocações dos alunos de escrever, fotografar e se comunicar. Acredito que daqui sairá futuros jornalistas”, afirma.
Segundo o professor da Faculdade de Educação da Ufba e membro da Acadêmia de Ciências da Bahia, Nelson Pretto, a educação não é mais a mesma e se deve implantar outras formas de aprendizado. “A Educomunicação é um conjunto de desafios que demanda formação de professores e outras educações compreendida no plural, ou seja, uma participação dos alunos com a comunidade escolar”, disse.

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.