Professores e a novela Gabriela


A novela Gabriela teve vários episódios com a participação dos professores da cidade.
Ontem, em particular me senti profundamente incomodado com a conversa intimidatória entre o "Coronel", pai de Malvina, e o professor.
O link para esse trecho é o que se encontra acima no post. é detestável quando o coronel afirma que o professor, pelo simples fato de ser professor, não é nada, não é visível, nem tem importância. E ele, coronel, ao contrário, produz riqueza. E o professor não produz, nada. 
Me parece, olhando de cima, que essa é a visão bem triste nossa sociedade tem a respeito do trabalho do professor.
Nos transformaram em babás para os filhos dessa sociedade pois, como disse um estudioso, somos o material escolar mais barato que existe.
Percebem nossa importância, de forma equivocada, conveniente e relativa, apenas quando estamos em greve. Mas não para se colocar ao nosso lado. E nem ao lado da educação de seus próprios filhos. Na verdade, a grande preocupação dos pais é que seus filhos ficam em casa mais tempo. E isso incomoda, muito mais que a ausência deles na escola, ou o compromisso com o aprendizado. Afinal, nas condições em que as escolas trabalham, e com o afinco com que os estudantes se lançam aos livros e à pesquisa, eles realmente pouco podem aprender. E defendo que aprendizado ocorre em qualquer lugar, desde que seguindo metodologia, disciplina e organização adequados.
Para a grande maioria dos pais, ter seus filhos na escola garante que estes estão ocupados, longe de seus olhos e de atrapalhar suas obrigações.
Mas esse não é o ponto que quero discorrer aqui. O ponto mais importante que professores são retratados como "coisa" sem importância, material de segunda. Como párias. Acham exagero? Vejam o vídeo e prestem atenção nas falas do coronel. A maioria dos pais e estudantes julgam nada muito diferente. Apenas não tem o status do coronel, mas no restante pensam exatamente como ele. Se julgam superiores aos Mestres. A visão referente ao professor é de um ser tão inútil, que a utilidade dada é casa-lo com a filha rebelde, como esperança de "redimi-los". Redime a filha de ficar "falada", "perdida". E ao professor, finalmente é dado a possibilidade de que passe a ter alguma utilidade, porque professor é inferior à marido... (eu sou ambos e sinto muita vezes que ambos são bem pouco importantes... mas isso discuto em outro foro).
Gostaria de saber a opinião de quem lê essa postagem. Concorda? Discorda? Opine!

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.