Mudanças na Tabela Periódica dos Elementos Químicos


Três novos elementos químicos aprovados para a tabela periódica

Consiste num ordenamento dos elementos conhecidos de acordo com as suas propriedades físicas e químicas

2011-11-07
Elementos 110, 11 e 112. <br> Clique para ampliar
Elementos 110, 11 e 112. 
Clique para ampliar
A tabela periódica vai integrar três novas referências: contando com os elementos 110, 111 e 112, darmstádio (Ds), roentgénio (Rg) e copernício (Cn). A aprovação foi dada, na passada sexta-feira, pela União Internacional de Física Pura e Aplicada durante uma conferência que decorreu no Instituto de Física em Londres (Reino Unido).

No entanto, os elementos são tão grandes e instáveis que só podem ser feitos em laboratório, não se sabe muito sobre eles, não são encontrados na natureza e desfazem-se em outros elementos muito rapidamente.
O Darmstádio, elemento 110, foi sintetizado pela primeira vez a 9 de Novembro de 1994, perto da cidade de Darmstadt, por Peter Armbruster e Gottfried Münzenberg. Foi criado na quebra de um isótopo pesado de chumbo com o níquel-62, que resultou em quatro átomos de darmstádio.

Já o 111, roentgénio, foi originalmente descoberto em 1994, quando uma equipa criou três átomos do elemento, um mês após a descoberta do darmstádio, a 8 de Dezembro e foi chamado assim em homenagem ao físico alemão Wilhelm Conrad Roentgen (1845-1923).

Faltava uma reverência a Copérnico e por isso, o novo elemento 112, copernício, vem como referência ao astrónomo prussiano (1473-1543), o primeiro a sugerir que a Terra girava em torno do sol, e não o contrário. Os cientistas criaram um único átomo deste elemento extremamente radioactivo a 9 de Fevereiro de 1996, por esmagamento em conjunto de zinco e chumbo. Desde então, um total de cerca de 75 átomos de copernício foram criados e detectados.

A tabela periódica consiste num ordenamento dos elementos conhecidos de acordo com as suas propriedades físicas e químicas, em que os elementos que apresentam as propriedades semelhantes são dispostos em colunas. Este ordenamento foi proposto pelo químico russo Dmitri Mendeleiev.

Marie Curie na página inicial do Google.
Marie Curie na página inicial do Google.
Curie na tabela

Recorde-se que hoje, a primeira mulher a receber um Nobel na história, Marie Curie, completaria 144 anos do seu nascimento, tendo sido mesmo homenageada na tabela periódica – com o elemento 96, Cúrio, cujo símbolo é Cm.

A cientista é mencionada com um «doodle» na página inicial do Google.




Extraído integralmente de Ciência Hoje http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=51705&op=all

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.