De quê nos serve um governo que não nos serve?

Comprei um veículo no ano de 2006. Parecia um carro forte, e robusto. Mas nem tanto.
De qualquer sorte, o carro, um corsa wind, mpfi 1.0, prometia...
Mas, prestações altas, um emprego perdido, e alguns gastos dos quais não pode arcar de forma honrosa. Ainda, estive na expectativa de que os professores receberiam nossas URV's, ou, ao menos, um aumento de salário, se tivesse concluído o Mestrado a contento. Infelizmente, eu não consegui me afastar mais 20 horas da sala de aula, e, com isso, concluir o Mestrado. Sofri uma pequena mas desgastante perseguição na escola onde trabalhava. Achei de colocar um kit-gás no carro, para tentar melhorar sua performance e diminuir os gastos. 
Por conta de alguns problemas na manutenção do veículo precisei tomar um empréstimo bancário. Fosse pouco, os juros altos, o salário baixo do Estado, o custo do carro, comecei a atrasar as prestações elevadas.
Precisei colocar na justiça. Demorou, mas saiu uma sentença. Durante um tempo precisei pagar em juízo pelo meu carro, mas mesmo com a diminuição da prestação, foi-me impossível continuar pagando. Mesmo os impostos devidos...
Mas desde o mes de Dezembro passado, venho tentando resolver minha vida e pagar os atrasos, começando pelos impostos. Paguei-os todos para conseguir a licença do veículo e poder rodar na cidade com tranqüilidade e dentro da Lei. Mas, infelizmente, apesar de ter pago todos os impostos, não recebi o documento. Volto ao Detran, mas este não me entrega o documento. Exige, antes, que o Kit-gás passe por uma inspeção. Até aí problema algum... passo no Detran para pegar a autorização. A funcionária me pede a licença. Aquela que só chegará em minhas mãos se antes eu tiver a documentação em dia... ou seja, o homem de bem, fica sendo jogado de um lado ao outro como se fosse bolinha de papel.
Fiquei pensando então sobre as injustiças que se cometem ao homem que tenta andar direito e ser cidadão de bem. O mesmo governo que não paga um salário digno, e não permite com isso que ele tenha condições de ter uma vida um pouco mais confortável, cobra desse homem, até o limite de suas forças. 
Há alguns dias, o Governo de São Paulo despejou várias famílias de seus apartamentos. Estes moravam em um terreno que não lhes pertencia. Nada mais justo devolver o terreno aos seus donos. Mas jogar homens, mulheres e crianças na rua... isso é desumano! Mas esse mesmo governo financia a construção de estádios para a Copa de 2014, inclusive um para um certo time de São Paulo. Dinheiro para estádios, dinheiro tomado através de impostos: o sagrado, suado e honrado dinheiro de homens que levantam cedo, dormem tarde, moram mal, comem mal, vivem um dia de cada vez, sem esperanças e perspectivas. Mas, apesar disso, as pessoas que servem a esta nação estão morando nas ruas, com seus filhos e filhas. 
De que nos serve um governo que não nos serve?
Precisamos votar melhor esse ano. 
Tenho meu voto longe do PT, venha com o nome que vier. Qualquer um que esteja ao lado do Sr Wagner, para mim não pode ser prefeito dessa cidade. De forma semelhante, não tenho interesse no retorno de pessoas como ACM Neto, e seu grupo. Mesmo os que partiram para outros partidos, mas já estiveram no governo dessa cidade, não merecem retorno. E quem poderia faze-lo? Não sei de um nome. Mas sei que os nomes que aí estão são ruins.
Penso numa fala que ouvi há uns dias, do Ricardo Boechat, na Band News, quando ele falava sobre a disputa à prefeitura da cidade de São Paulo. Na ocasião, ele comparava a disputa eleitoral com o campeonato paulista.
Mesmo aqui na Bahia, temos algo parecido...seria bo se no final do campeonato baiano tivessemos diversas possibilidades de campeões. Mas ficamos sempre no Ba-Vi... que ficam se revesando na liderança. De forma semelhante, os mesmos nomes entre os políticos aparecem... ACM Neto, Pelegrino, e outros nomes que agora não me ocorrem. Não porque não sejam conhecidos, mas porque o sono das altas horas, impede de pensar corretamente. Precisamos pensar em nomes coerentes. Pelegrino, segue a cartilha de Wagner. Todo ganho que o funcionalismo público teve nesses últimos 8 anos se perderá rapidamente se o PT ascender à prefeitura da cidade, ou se tivermos eles como maioria na Câmara.
Precisamos pensar com cautela quem são os nomes no pleito e escolher com sensatez, não por conta de presentinhos... trocar meu voto por camisas, óculos, viagem, meia dúzia de sacos de cimento ou tijolos... isso é absurdo.
Vender votos por quinquilharias só promove maior injustiça. Agindo assim, só contribuímos para aumentar a injustiça social. Precisamos mudar o modelo

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.