BBC Brasil

BBC Brasil

Projeto usa DNA para mapear como Terra foi povoada

Projeto vai atrás de respostas sobre ancestrais do ser humano
(Foto: National Geographic)
A IBM e o grupo National Geographic lançaram um projeto
que vai usar DNA para mapear a história da migração humana nos cinco
continentes.
O Projeto Genográfico vai coletar amostras de DNA de mais de
100 mil pessoas no mundo todo.
As amostras serão analisadas em laboratório e por
computadores para ajudar a explicar como a Terra foi povoada.
O projeto está orçado em US$ 40 milhões
(cerca de R$ 104 milhões) e será concluído em cinco anos. Ele reúne os maiores
especialistas do mundo em genética populacional, DNA antigo, lingüística e
arqueologia.
"Vemos isso como uma fonte de informações para a humanidade
no futuro", disse à BBC Spencer Wells, líder da equipe.
"Potencialmente pode se tornar o maior banco de dados
genéticos jamais criado."
Detalhes
Evidências genéticas e arqueológicas indicam que a origem do
Homo sapiens foi na África, há 200 mil anos.
Os primeiros humanos modernos a deixar o continente partiram
há cerca de 60 mil anos.
Com o estudo do cromossomo masculino Y, os cientistas
conseguiram obter uma imagem básica das rotas seguidas por nossos ancestrais em
seu caminho pelo mundo.
No entanto, segundo Wells, faltam os detalhes que podem ser
obtidos com esse projeto.
"Sabemos quais as marcas do cromossomo Y que devemos nos
concentrar e conhecemos o nosso caminho em torno do genoma mitocondrial. Mas
ainda não temos amostras em tamanho suficiente para usar essas tecnologias de
forma apropriada", disse.
Sem respostas
"Ainda existem muitas perguntas sem resposta. Houve algum
cruzamento com os Neanderthals quando os humanos modernos se mudaram para
Europa? Algumas das migrações para a América cruzaram o Pacífico, ou até mesmo o
Atlântico?", explicou Wells.
As metas do projeto incluem respostas às seguintes
perguntas:
Quem são as populações mais antigas da África e, portanto,
do mundo?
Os exércitos de Alexandre, o Grande deixaram um rastro
genético?
Quem foram os primeiros povos a colonizar a Índia?
Houve cruzamentos com o Homo erectus, à medida que o homem
moderno se espalhava pelo Sudeste da Ásia?
Existe alguma relação entre os padrões genéticos dos
aborígenes australianos e suas histórias verbais?
Quais são as origens das diferenças entre grupos humanos?
É possível obter DNA intacto de restos mortais de Homo
erectus e outros hominídeos extintos?
O projeto terá centros de pesquisa em todos os continentes
que vão se concentrar em informações genéticas de grupos nativos, que melhor
preservam o contexto da diversidade genética antiga na população humana.

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.