Postagens

Mostrando postagens de Agosto 29, 2011

E as coisas mudam quando e como?

Há alguns meses atrás, o Brasil inteiro ficou horrorizado com a denuncia da professora Amanda Gurgel. De lá para cá, o que, efetivamente, mudou nas relações entre professores e os Governos dos Estados para os quais trabalham? Numa palavra: Nada!
Professores de Minas estão em greve há  mais de 2 meses, no Rio desde que os bombeiros fizeram aquela movimentação toda, que também comoveu o país.
Em Sergipe, estão em ritmo lento. E em outros Estados, os professores se movimentam na clássica greve.
Mesmo com as novas decisões do STF, e ampla divulgação da CNTE, os salários continuam baixos, e as condições de trabalho aviltantes. Há quem apesar disso se surpreenda com os resultados das provas Brasil e da prova de matemática. Como se essas avaliações fossem o avesso da realidade.
Nós, professores, somos vistos pela sociedade de uma forma ambígua e desconcertante. Ao mesmo tempo em que se fala em sacerdócio, tiram o pão do sacerdote, sua dignidade, energia e motivação. Esquecem da recomendação …