Bioenergia terá indicadores globais de sustentabilidade - A TARDE On Line - BRASIL

Bioenergia terá indicadores globais de sustentabilidade - A TARDE On Line - BRASIL
A produção de energia é um grave problema mundial. Cada nação tenta resolver o problema de forma que possa relacionar seu consumo, interesses de suas populações e governos, assim como os interesses ambientais.
Não existe mágica nesse assunto. Para um Frances, o uso da energia produzida pela queda- d'água, como fazemos nas hidrelétricas, é impossível. Eles não possuem os recursos hídricos que possuimos tanto em termos de quantidade, como de variedade de rios. Para os Norte-Americanos, os interesses ambientais (bem pequeno para eles) se colocam abaixo do direito de ser como são. O famoso Jeito americano de ser -American Way- é para eles mais importante que as necessidades ecológicas.
Nos manuais e livros americanos produzidos nos anos 60, 70 e 80, havia uma afirmação que, hoje, soa patética: o progresso exige como resultado da degradação ambiental. E essa crença espalhou-se pelo mundo. No Brasil por exemplo, era comum propagandas nas revistas que falavam que crescimento era derrubar florestas, poluir rios, ar e água. E que se desejássemos ser um povo de 1º mundo precisávamos pagar o preço exigido.
O uso do álcool combustível e da energia produzida em hidrlétricas são exemplos de ações promovidas pelo governo para redução da poluição. Entretanto, precisamos urgentemente repensar o processo de consumo e distribuição de energia, lixo e descartáveis no Brasil.
Uma pilha ou bateria parecem pouco prejudiciais, mas a quantidade desses materiais usados no mundo inteiro é enorme. Mesmo se pensarmos numa cidade como Salvador, o descarte anual é de cerca de 1 milhão de peças. O volume de metais pesados descartados na natureza é imenso. Individualmente, parece pouco prejudicial, mas muitas pilhas na natureza causa um enorme prejuízo para a saúde humana, animal e o meio ambiente.
Precisamos repensar a produção, tornando-a mais ecológica. Mas é preciso, também, pensar nossas prioridades ainda no consumo/manuseio/descarte.
Se você leu essa reportagem e gostou, ou não, comente-a. Agradecemos a colaboração e ajuda nos comentários. E pedimos ainda que divulgue nosso blog. Ajude-nos a tornar esse trabalho conhecido.
Eu e a natureza agradecemos.

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.