Galinha Pintadinha: o show

Sábado passado estive com Sara, Célia e uma amiga da família vendo o espetáculo A Galinha Pintadinha. Foi ótimo!














Chamou-me a atenção o fato de que as mães e pais participavam espontaneamente do show, batendo palmas, cantando junto, fazendo as coreografias... pareciam mais entusiasmados que as crianças. 
Há uma explicação simples para isso. As músicas cantadas são parte da infância de todos nós, adultos, que lá estivemos. E elas nos fazem lembrar do melhor que tivemos em nossa infância, quando ainda acreditávamos que nuvens eram feitas de algodão, lavar o pé, apenas, era suficiente para evitar chulé, a barata apesar de pedante era tratável, o galo, apesar de não se importar com a doença da galinha, tinha um bom relacionamento com ela.
Ou seja, o mundo podia até não ser belo e colorido, mas tinha cores o bastante para que desejássemos crescer. O espetáculo traz a tona a criança feliz que todos tivemos dentro de nós.  
O tempo de duração do espetáculo é de exatos 1 hora, apresenta uma linguagem bem infantil, não é cansativo, os artistas tem uma energia incomum, e grande simpatia. Permite que as crianças desde muito jovens tenham contato com o mundo do teatro
Ao final do espetáculo, as crianças puderam participar de uma sessão de fotos com os artistas. Pena que várias crianças apesar de gostar das músicas e dos artistas ficaram mais com medo que alegres quando próximos.  De qualquer sorte, recomendo o espetáculo a todos que lerem este post.

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.