(EXPLICIT IMAGE) Stop Female Genital Mutilation!

Sei que povos distintos tem culturas distintas. Entretanto uma bizarrice como essa, por mais explicações que sejam dadas, não a tornam menos desumanas. Bárbaras. Desnecessárias. Cruéis. Impiedosas.
Uma geração sucede a outra, mas costumes tão antigos quanto o Sol, e cuja origem e necessidade já se perderam no tempo e ainda assim se perpetuam.
Não tenho nada contra tradições ou antigos costumes. Bem ao contrário. Eles revelam nossas origens em muitas situações. Assim como nossa fragilidade, história, alegrias, tristezas. Elas falam sobre nós.
Essa em particular, deriva de uma percepção incorreta. Acreditam os povos que praticam a infibulação, que, ao faze-lo, protegem o casamento e a mulher.
Nós que temos a Europa como referência de cultura não somos muito melhores. Há algum tempo atrás, acreditava-se que a prática sexual "exigia" que o homem estivesse sempre por cima da mulher. Afinal uma égua não monta um garanhão, e inverter essa ordem é contrariar a natureza... segundo essa crença, é claro.
Acreditava-se que a mulher poderia enlouquecer se ficasse por cima. Imagina!
No fundo essas práticas e crenças tem origem machista. Entre outras informações equivocadas, está a de que a mulher não infibulada, pode gerar filhos defeituosos, ou que o clítoris poderia crescer até o chão (!), e que a mulher fica predisposta a maior número de doenças... enfim; toda sorte de desinformação sem sentido e que ajudam a perpetuar e justificar tal prática.
Nesse sentido, percebe-se que a prática necessariamente não está relacionada com a religião, nesse caso o Islamismo. Mas apenas com costumes tribais antigos.
Mas tão cruel quanto a perpetuação dessa ignorância é o silêncio que o ocidente tem sobre o assunto.
Sempre acreditei que educação muda tudo. Inclusive práticas errôneas, misticismo, fanatismo.
O conhecimento científico nos leva a rever nossas práticas e crenças. Nos convida a um exame imparcial e rever.
Grandes homens da história mudaram crenças, e com o tempo, toda a humanidade por suas revisões pessoais.
Nesse sentido está imposta uma responsabilidade a todos os homens e mulheres de bem deste mundo. Estudar, aprender, conhecer e fazer o conhecimento mudar a nossa história. Aperfeiçoar as relações humanas. Rever hábitos, pelo estudo disciplinado e reverente. Influenciar a próxima geração levando-a a um caminho melhor que o trilhado pela nossa atual.
É responsabilidade de cada homem e mulher de bem contribuir para que a humanidade melhore.

Postagens mais visitadas deste blog

Professora gostosa foi expulsa da escola por deixar alunos excitados.